sábado, outubro 11, 2003

HISTÓRICO DO PENSAMENTO TIPOLÓGICO

Representações Mágico-Religiosas

1. Zodíaco Chinês (HUANG TI - 2637 a.C.)
2. Yorubá
3. Astrologia (Caldeus-Mesopotâmia)


Medicina Hipocrática (400 a.C.)/Galeno
Quatro temperamentos
1. Fleumático - Fleuma - Dócil Afetivo
2. Sanguíneo - Sangue - Agitado
3. Colérico - Bílis Amarela - Impulsivo
4. Melancólico - Bílis Negra - Pessimismo/Meia Fase


Da Grécia ao Séc. XIX
1. Quiromancia/Fisiognomia/Grafologia
2. La Bruyere (1645-1696) Esteriótipos Sociais: gordos - afetivos e tolerante e altos e magros - nervosos e contemplativos.


Séc XIX - Cesare Lombroso
1. Antropología Criminal

Séc XX
1. Somáticos (De Giovanni e Viola)
2. Somato-psíquicos (Joseph Gall/Kretschmer/W.H. Sheldon)
3. Psíquico (Jung)

Origens da Tipologia Junguiana  Estudos sobre o consciente e o inconsciente.
  Filósofos: Leibnitz (16461716)/Schopenhauer (1818)/ Carl Gustav Carus (1831)/ Von Hartmann (1868)/ Schelling (1775-1854)/ Kant (1724-1804)/ Hegel (1770-1831)/Nietzche (184-1900)
  Hipnotizadores: Mesmer (1734-1815) - Mag. Animal e Hipnotismo/Chacot (1815-1893) - Freud (1885) - Histeria/ Pierre Janet (1859-947) - Jung (1902) - Complexos.
  Aproximação Jung + Freud - 1907: Primeiro Encontro.
  Divergências: teoria da sexualidade, natureza do símbolo e inconsciente coletivo.
  Rompimento (1912)
  Crises (1913-1918) - Tipos (1920): 10 anos de pesquisa.

Tipologia Junguiana
1. Atitudes: Extroversão e Introversão
2. Funções: Racionais (pensamento e sentimento) e Irracionais (sensação e intuição).

Extroversão

1. Atenção no mundo externo
2. Orienta-se de acordo com o ambiente externo
3. Impulsividade (vive, depois pensa - aspecto explosivo)
4. Vai da ação à consideração e volta à ação
5. Mais generalista que especialista
6. Facilidade de adaptação/sociável
7. Experiência imediata predomina sobre o subjetivo
8. Descarrega as emoções à medida que elas vêm.

Introversão
1. Atenção no mundo interno
2. Orienta-se por fatores subjetivos
3. Hesita frente a decisões/analisa, depois vive
4. Vai da consideração à ação e volta à consideração.
5. Mais especialista que generalista
6. Dificuldade de adaptação
7. Poucas e profundas amizades
8. Retém as emoções (aspecto implosivo)
9. Interno, apaixonado, reservado
10. Não-prático

Sensação
1. Privilegia os órgão dos sentidos
2. Voltado para o aqui e agora/praticidade
3. Atem-se aos fatos/não usa imaginação
4. Prefere ver partes ao invés do todo
5. Bom controle psicomotor
6. Prefere coisas concretas e objetivas
7. Amante do prazer e consumista
8. Observador e imitativo
9. Dependente do meio físico
10. Corre o risco de ser frívolo
11. Aceita bem a rotina

Intuição
1. Busca o significado e possibilidades futuras
2. Vê o todo e não as partes
3. Prefere planejar e executar adiante
4. Criativo e inovador
5. Inábil para lidar com concreto/rotina
6. Imaginação em sacrifício da percepção
7. Inábil para viver o presente
8. Prefere mais o empreendimento que os objetivos
9. Independente do meio físico
10. Corre o risco de ser inconstante

Pensamento
1. Decisões orientadas por leis gerais
2. Atento à causalidade dos fatos
3. Busca o padrão objetivo da verdade
4. Impessoal: mais interesse por coisas que relacionamentos
5. Diz a verdade sem amenizar
6. Questiona conclusões dos outros/acha-se sempre certo
7. Rápido profissional
8. Carece de amizades
9. Valoriza a lógica sobre o sentimento
10. Criticismo intelectual acentuado
11. Ignora sentimentos incompatíveis com julgamentos racionais

Sentimento
1. Decisões com base nos valores pessoais
2. Leva em conta o que sente
3. Voltado para as relações interpessoais
4. Preocupa-se com sentimentos dos outros
5. Receptivo/bom para lidar com pessoas
6. Atração por história/tradições
7. Diz a verdade de modo indireto
8. Mais capacitado para contato social que para execução
9. Tende a concordar para manter harmonia
10. Amigável e sociável
11. Dificuldade em ser objetivo/profissional
12. Acha difícil começar um frase ou organizar idéias para expô-las
13. Envolve-se em movimentos sociais/comunitários