domingo, agosto 22, 2004

Anima

Estágios
1.Eva - relacionamento puramente instintivo e biológico, a Anima não se distingue da mãe pessoal. Homem não pode ter um bom desempenho sem uma íntima relação com uma mulher.
2.Helena de Tróia - romantismo e estética, também caracterizados por elementos sexuais. A Anima é a imagem sexual coletiva e ideal.
3.Virgem Maria - eleva o amor à grandeza espiritual. A Anima manifesta-se em sentimentos religiosos e na capacidade de relacionamentos duradouros.
4.Monalisa - sabedoria que transcende a pureza e a santidade. A Anima funciona como guia interior, intervindo entre os conteúdos conscientes e inconscientes. Colabora na busca de significado e é a musa criadora na vida de um artista.

Formas de Manifestação e Representação
Projeções
Aspectos projetados - parecem qualidades pertencentes a outra pessoa.
Enquanto é inconsciente, é projetada.
1ª projeção - Mãe. 2ª projeção - Esposa.
O homem está sempre inclinado a ver aspectos de sua Anima numa mulher ideal.
É muito difícil conscientizar-se das projeções da Anima.
Diferenças entre a 1ª e 2ª metade da vida.
Como padrão de comportamento: elementos impulsivos relacionados à vida; impulso para o envolvimento.
Como padrão de emoção: anseios inconscientes do homem.
É responsável pelo homem estar armando ou odiando paixão à primeira vista - afeta o casamento (triângulo amoroso).

Sonhos
Acesso através da Imaginação Ativa ó personificação interior.

Aspectos Negativos - Perigos
Identificação com a Anima
Melancolia, auto-piedade, sentimentalismo, depressão, retraimento meditativos, acessos de paixão, hipersensibilidade mórbida.
O homem age como uma mulher inferior, observações rancorosas e efeminadas que o homem emprega para desvalorizar as coisas.
Possessão pela Anima
Homem melindroso, excesso de sentimentalismo
Explorado por mulheres
Inabilidade para comportar-se de modo masculino
Hipótese para explicar o homossexualismo
Atitude infantil na vida, de modo geral
Motivos
Aspectos se tornam compulsivos quando não se cultiva suficientemente as relações afetivas.
A Anima age como Complexo Autônomo.
A rejeição ou desconhecimento dos aspectos interiores exagera as tensões internas - geram conflitos.